Download Evangelização e Família - Leonardo Agostini Fernandes PDF

TitleEvangelização e Família - Leonardo Agostini Fernandes
Tags Bible
File Size1.5 MB
Total Pages249
Table of Contents
                            Evangelização e Família
LISTA DE SIGLAS
ABREVIATURAS DOS LIVROS BÍBLICOS
INTRODUÇÃO GERAL
SOBRE A LEITURA ORANTE DA BÍBLIA
Textos do Antigo Testamento
A) INTRODUÇÃO AO LIVRO DO GÊNESIS
GÊNESIS 1,1–2,4a
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Gn 1,26-28
GÊNESIS 2,4b-25
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Gn 2,18-25
GÊNESIS 3,1-24
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Rm 5,12-21
B) INTRODUÇÃO AO LIVRO DE OSEIAS
OSEIAS 1,2–3,5
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Jr 3,1-5.19-20
C) INTRODUÇÃO AO LIVRO DE MALAQUIAS
MALAQUIAS 2,13-16
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Ml 2,13-16
Textos do Novo Testamento
D) INTRODUÇÃO AO EVANGELHO SEGUNDO MATEUS
MATEUS 5,27-32
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – 1Cor 7,10-16
MATEUS 19,3-12
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – 1Cor 7,1-7
E) INTRODUÇÃO AO EVANGELHO SEGUNDO JOÃO
JOÃO 2,1-12
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Jo 1,1-18
F) INTRODUÇÃO À CARTA AOS EFÉSIOS
EFÉSIOS 5,21–6,9
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Cl 3,18–4,1
G) INTRODUÇÃO À PRIMEIRA CARTA DE PEDRO
1 PEDRO 3,1-7
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – 1Pd 2,13-25
H) INTRODUÇÃO AO LIVRO DO APOCALIPSE
APOCALIPSE 21,1-2.9-14; 22,17
	1. Abordagem histórica
	2. Abordagem literária
	3. Abordagem teológica
	4. Abordagem pastoral
	5. Leitura Orante – Ap 10,1-11
Existe um modelo
Considerações finais
Referências bibliográficas
Autor
Créditos
                        
Document Text Contents
Page 2

Leonardo Agostini Fernandes

Page 125

2. ABORDAGEM LITERÁRIA

No contexto do Sermão da Montanha, Mt 5,27-32 oferece uma breve instrução
matrimonial, cujo tema central é o adultério ao lado do tema do divórcio. O contexto,
portanto, é o do ensinamento aos discípulos com base nas questões disputadas entre os
escribas, mestres e doutores da lei. Os vv. 31-32 não possuem elementos explicativos,
como é o caso dos vv. 29-30 em relação aos vv. 27-28, porque o sentido do adultério
aparece conexo ao ato de repúdio.

De algum modo, transparece que a iniciativa do divórcio advém do adultério cometido
pelo homem, que era quem possuía a faculdade de escrever o ato de repúdio e mandar a
mulher embora. A combinação do repúdio com a nova união não deixa clara uma
questão: trata-se da mulher repudiada ou da nova união com uma repudiada? Em ambos
os casos, porém, nota-se que o homem é o sujeito ativo.

Admitindo-se que Ml 2,13-16 seja um fundo para o ensinamento de Jesus, a forma e
o conteúdo apresentam decisões que dizem respeito às normas e regras éticas tanto para
o indivíduo como para a comunidade de fé ( ). Mt 19,1-12, que será comentado a
seguir, possui a versão mais desenvolvida quanto ao ensinamento de Jesus sobre o
divórcio.

A formulação introdutória do v. 31 é mais breve que a do v. 27, mas isso não quebra a
conexão. A construção dos versículos aparece de forma rítmica, consoante com a
realidade, mas em estilo hiperbólico. O foco passa do que ocorre no externo ao que se
concebe no interno. A ação é julgada pela intenção. Com isso, ficam em evidência as
antíteses. Foi dito uma coisa, mas é outra que deve ser seguida. A lógica é fazer
sobressair o ensinamento de Jesus. O que o olho não vê devidamente provoca o tropeço
que leva à queda. O que a mão não segura devidamente, deixa cair.

125

Similer Documents